Arquivo da categoria: Bizzaro

Fatos diferentes e estranhos

Cuidado com a cabeça!

O dia é hoje!

Tudo que sobe, um dia desce. Os satélites, assim como os foguetes ou qualquer aparelho usado por agências como a NASA, têm vida útil. O fim desse período, pode sair um pouco do planejado. Hoje, dia 23 de setembro de 2011, um satélite lançado em 1991 deve voltar descontrolado à atmosfera terrestre.

O satélite em questão é chamado de UARS (sigla em inglês para “Satélite de Pesquisas da Atmosfera Superior”), e foi colocado em órbita há vinte anos com a missão de passar informações sobre a camada de ozônio e alguns processos climáticos da Terra. Deveria passar apenas três anos trabalhando, mas ficou operando até 2005, quando foi desativado. Seis anos depois, ele vai entrar pela atmosfera e se decompor uns 30 pedaços. A NASA não pode fazer nada senão tentar prever onde as partes do satélite vão cair.

Os cientistas afirmam que isso não é motivo para alarme. As chances de alguma parte do UARS cair em cima de uma área habitada do planeta, segundo cálculos, são de uma em 3.200. Não é muita coisa, mas é mais do que cair um raio em você!

Segundo os cientistas da NASA, será a primeira vez que isso acontece em mais de 30 anos. A última vez em que um satélite artificial voltou ao planeta fora de controle foi em 1979. O normal é que a NASA consiga operar a reentrada segura na atmosfera, o que não aconteceu com o satélite Pegasus 2 há trinta e dois anos e não vai ocorrer agora. Na ocasião, partes do Pegasus caíram no Oceano índico e outras em áreas desabitadas da Austrália.

Nunca houve vítimas fatais, em terra, de uma reentrada imprevista na atmosfera. Em 2003, quatorze astronautas morreram em um acidente com o ônibus espacial Columbia, no qual pedaços da nave caíram no Texas, mas ninguém foi atingido por partes do veículo. Desta vez, a previsão – ainda inexata – é que a maior parte do UARS caia em áreas remotas ao norte do Canadá, mas na verdade, pode cair em qualquer lugar.

O equipamento que vai voltar ao planeta em breve pesa “apenas” seis toneladas, mede 10,7 metros de comprimento e 4,5 metros de largura. A reentrada deve acontecer em uma velocidade superior a 800 km/h (velocidade de um avião comercial). Os cientistas haviam previsto, anteriormente, que o UARS só cairia em outubro, mas a volta à atmosfera acabou tendo uma evolução mais acelerada que o esperado.

Sem querer alamar, mas veja o que aconteceu em 2008 (daqui:http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM784184-7823-SATELITE+CAI+SOBRE+CASA+EM+MOGIMIRIM,00.html)

Enquanto não chega a notícia que caiu, muitas “notícias” engraçadas circulam pela internet, dizendo que caiu em determinado lugar… Pesquise e confira algumas, vamos rir enquanto não cai na cabeça de alguém!

Satélite sobre a casa.

Fontes:

 

http://pt.euronews.net/2011/09/23/satelite-da-nasa-cai-hoje-na-terra/
http://hypescience.com/satelite-deve-cair-na-terra-amanha/

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Bizzaro, Curiosidades

Família fora dos padrões

Homem de 90 anos teve 17 filhos com a mulher, 15 com a cunhada e 1 com a sogra.

Uma família foge totalmente dos padrões tradicionais é uma das curiosidades do município de Campo Grande, região Oeste do Rio Grande do Norte. Essa é a história de um viúvo que se casou com uma jovem, com quem teve 17 filhos, simultaneamente manteve um relacionamento com a cunhada com quem também teve 15 filhos, e ainda se relacionou com a sogra com quem teve mais um filho. Uma trajetória, no mínimo exótica, porém, verdadeira e muito particular, podendo até mesmo se inédita no Brasil.

Luiz Costa de Oliveira e suas mulheres. (Foto Gazeta de Oeste)

A família Oliveira Silva é formada por Luiz Costa de Oliveira, 90 anos, (chefe da família), Maria Francisca da Silva, 64 anos (esposa), Ozelita Francisca da Silva, 58 anos, (irmã de Maria Francisca – cunhada de Luiz) e Francisca Maria da Silva, 89 anos, (mãe de Maria Francisca e Ozelita – sogra de Luiz).Os detalhes de como essa família foi formada, foram contados pelos próprios integrantes durante o contato com a equipe de reportagem da Gazeta do Oeste. No começo da entrevista, após ser informado sobre o que seria o tema da conversa, a primeira frase dita por Luiz Costa foi: “A coisa que Deus fez mais bem feito no mundo foi mulher”. Demonstrando muita descontração e sem qualquer sinal de inibição, Luiz começou a contar a trajetória de vida que inclui um casamento oficial com uma mulher que ele identificou apenas como Francisca, com quem teve 17 filhos e ficou viúvo, e os relacionamentos com as irmãs Silva e a sogra que renderam a ele mais 35 filhos, 100 netos e 30 bisnetos.

Após ficar viúvo, Luiz conheceu Maria Francisca da Silva, que ajudou a criar os filhos da primeira mulher e ainda teve mais 17. Segundo ele, durante o tempo em que viveu com Maria, a irmã dela, Ozelita Francisca, sempre vinha cuidar do resguardo da irmã, ocasião em que acabou mantendo também um relacionamento amoroso com a cunhada que teve mais 15 filhos de Luiz. E para completar essa família mais que diferente, a sogra de Luiz também se relacionou com o genro e dessa relação nasceu mais um filho, somando um total de 50 filhos que Luiz diz ter conhecimento. “Eu posso até te outros filhos por aí e não saber, porque sempre gostei muito de namorar”, ressaltou.

GALANTEADOR – As irmãs Maria Francisca e Ozelita Francisca contam que sempre conviveram bem com esta família diferente. Segundo elas, o segredo de Luiz sempre foi o jeito galanteador com o qual ele sempre tratou as mulheres. Segundo elas, ele sempre viveu do trabalho para casa e a única diversão dele era namorar. “Ele nunca maltratou nenhuma de nós, sempre cuidou bem dos filhos e nunca deixou faltar nada em casa”, relatou Maria Francisca.

A primeira mulher de Luiz que morreu e deixou 17 filhos, era natural de Assu e cinco dos filhos foram criados por Maria Francisca. Hoje, muitos filhos morreram, mas a família de Luiz já conta com mais de 100 netos e 30 bisnetos. “Eu não sei dizer o nome de todo mundo, mas sei que tenho muitos filhos, netos e bisnetos espalhados por aí”, acrescentou Luiz.

Luiz viveu a maior parte de sua vida e construiu seus relacionamentos amorosos no Sítio Poço Verde, zona rural de Campo Grande. Hoje, a maior parte da família reside em duas casas localizadas na Rua Artur Almeida, 55, conjunto IPE, Campo Grande. As casas, em especial, a de Luiz, expõem a simplicidade extrema. Sem luxo, sem móveis e sem estrutura básica como piso e paredes de concreto, porém, essa ausência parece não abalar a alegria de viver expressada pelos membros da família Oliveira Silva.

Pequena parte da família

Vizinho à casa de Luiz, reside outra parte da família, todos moram juntos e dividem espaço, alimento, dificuldades, tristezas e alegrias. Um dos netos de Luiz, que é gêmeo, único caso de gêmeos que Luiz tem conhecimento, Cosme, disse que a vida da família é difícil, mas todos sobrevivem e se relacionam bem, apesar das dificuldades impostas pela falta de condições financeiras. “Aqui trabalho é muito difícil e o que fazemos para melhorar isso é estudar e trabalhar aqui e ali fazendo bicos”, ressaltou Cosme.

SAÚDE DE FERRO – Quanto ao segredo de tanta vitalidade e disposição para gerar tantos filhos e aos 90 anos ainda expor uma lucidez e uma saúde invejáveis, Luiz conta que não há segredo. De acordo com ele, a receita é simples: há 40 anos não fuma, não bebe e sempre se alimentou de comidas simples como feijão, arroz, batata, macaxeira e todos os alimentos que formam o cardápio do homem do campo. Luiz acrescentou que não tem doenças e não sente dores. “Não tenho dor em lugar algum do meu corpo, apenas hoje não consigo mais namorar, mais ainda lembro como mulher é bom”, comentou. Luiz é aposentado, mas diz que sente muita falta do tempo em que trabalhava na lavoura. “Eu sempre trabalhei e sinto falta de me movimentar, por isso, todo dia faço uma caminhada, não aguento ficar parado muito tempo”, declarou. Uma receita simples, de um homem simples, mas com uma história de vida pra lá de complexa.

MEMORIAL VIVO – A história da família de Luiz chegou até o conhecimento da equipe de reportagem do jornal Gazeta do Oeste a partir do projeto Memorial Vivo, que tem a frente o professor Júnior Liberato, da cidade de Campo Grande. O trabalho realizado pelo professor Júnior conta com a colaboração de estudantes do ensino médio e tem como objetivo divulgar a cultura da região e levantar fatos históricos e curiosidades. O projeto dispõe ainda de um telão cultural, onde todo o material coletado é repassado para a população através de um telão instalado em praça pública.

Fonte: http://www.meionorte.com/noticias/geral/homem-de-90-anos-teve-17-filhos-com-a-mulher-15-com-a-cunhada-e-1-com-a-sogra-143723.html

PS.:  Em 27 de setembro passou no Fantástico – assista a reportagem: http://fantastico.globo.com/Jornalismo/FANT/0,,MUL1674025-15605,00-HOMEM+TEM+MAIS+DE+FILHOS+COM+A+MULHER+A+CUNHADA+E+A+SOGRA.html

Deixe um comentário

Arquivado em Bizzaro

Síndrome de Tourette

Ontem assisti o filme  “Front of the Class” (Primeiro da Classe) que conta a história de Brad Cohen, um rapaz que sofre da Síndrome de Tourette.

Confesso minha ignorância, não sabia do que se tratava. Devo até ter lido alguma coisa, só que não dei a devida atenção. O filme mostra os muitos obstáculos de Brad Cohem para conseguir se tornar professor e finalmente vencer o preconceito.

A Síndrome de Tourette é uma desordem neurológica ou neuroquímica caracterizada por tiques involuntários, reações rápidas, movimentos repentinos ou barulhos com a boca,  que ocorrem repetidamente da mesma maneira. Esses tiques motores e vocais mudam constantemente de intensidade e não existem duas pessoas que apresentem os mesmos sintomas. A síndrome se manifesta na infância e juventude, eventualmente atingindo estágios classificados como crônicos. Porém, no decorrer da vida adulta, frequentemente, os sintomas vão aos poucos se amenizando e diminuindo. Mesmo assim, até hoje ainda não foi encontrada uma cura para a Tourette.

Os referidos tiques são movimentos bruscos involuntários que podem se manifestar em qualquer parte ou conjunto de partes do corpo, mas tipicamente eles ocorrem no rosto e na cabeça – no rosto em forma de caretas repetidas e na cabeça como um todo em forma de movimentos bruscos, repetidos, de lado-a-lado.

As vezes os surtos vocais são repletos de obscenidades, sintoma conhecido como coprolalia, me lembro de ter visto isto ser explorado no South Park faz pouco tempo. Na realidade, esse sintoma ocorre em menos de 15% dos portadores de Tourette.

Infelizmente a síndrome de Tourette não é tão rara quanto se pensa. Estima-se que uma pessoa em cada grupo de 100 sofra de uma forma moderada da síndrome e que cerca de 200 mil americanos tenham a forma mais grave. Os portadores da síndrome de Tourette não apresentam tiques nervosos constantemente, os espasmos, conhecidos como tiques motores, geralmente ocorrem em ataques intermitentes. Alguns pacientes têm esses espasmos diariamente, outros, com menos freqüência. Os tiques podem incluir ações como piscar os olhos, chutar e fazer caretas.

Assista a seguir o trailer de um premiado documentário produzido pela HBO, em conjunto com a TSA (Associação Americana de Síndrome de Tourette), no qual 12 crianças com síndrome de Tourette relatam as dificuldades que enfrentam no dia a dia para serem aceitas e compreendidas. A proximidade entre as dificuldades enfrentadas por estas crianças e as dificuldades enfrentadas por crianças com gagueira é inescapável.

http://www.youtube.com/watch?v=ou-KVmw05R4 (legendado)

Raramente uma pessoa que sofre desta síndrome consegue controlar um mínimo de seus tiques e jamais por prolongados períodos de tempo. O termo síndrome de Tourette foi concebido em 1885 pelo neurólogo francês Gilles de la Tourette. No video abaixo temos um trecho do filme Front of the Class. No início o personagem principal, Brad Cohen, conversa com o pai e em seguida vemos ele quando criança em um concerto na escola. Os barulhos e tiques que ele faz são involuntários, ou seja, ele não consegue controlar tais movimentos. Quando o diretor o chama no palco, o menino explica que tem a síndrome de Tourette, fala que não tem cura e que não consegue controlar os movimentos.

Use CC para colocar legendas – http://www.youtube.com/watch?v=nWvKjgClh_0

Brad Cohen tornou-se professor e recebeu o prêmio de melhor educador da Geórgia. Atualmente tem uma fundação que ajuda pessoas portadoras da síndrome de Tourette. – http://www.classperformance.com/

No Youtube existem vários vídeos do Brad Cohen, neste é entrevistado em uma reportagem: http://www.youtube.com/watch?v=6hkQCd_edaE

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Síndrome_de_Tourette
http://coisasboasenovas.blogspot.com/2010/07/sindrome-de-tourette.html
http://saude.hsw.uol.com.br/tourette.htm

3 Comentários

Arquivado em Bizzaro, Curiosidades, Saúde

Tornado em Joplin, Missouri

O tornado que atingiu a pequena localidade de Joplin (37.084227°,-94.513281°), no Missouri no domingo (22/05/11), devastou a cidade de 50.000 habitantes, deixando um saldo de ao menos 142 mortos.

Mostra a cidade destruída, ainda com foco de incêndio

Com ventos de até 320 km/h, o tornado afetou em torno de oito mil edifícios de Joplin e deixou um rasto de destruição de 6,4 km de comprimento e mais de 1 km de largura, onde voluntários e cães farejadores buscam corpos e sobreviventes entre os escombros.

Os danos a bens segurados provocados pelo tornado somam entre um e três bilhões de dólares, segundo a empresa de análise de riscos Eqecat.

Vídeo amador mostrando cenas da destruição pela cidade: http://www.youtube.com/watch?v=RXFVLr4XwGQ

 

Este foi considerado o pior tornado dos últimos 60 anos no Estado do Missouri. Para ter uma ideia do estrago causado pelo fenômeno, compare as fotos de antes e depois da destruição da cidade.

Foto de uma rua tranquila, com casas e árvores e abaixo a mesma rua totalmente destruída

Vista área da cidade antes do tornado

 

Vista aérea depois da destruição

Um condomínio com prédios baixos e uma piscina ao centro

O mesmo condomínio muito danificado, os prédios continuam em pé, mas os últimos andares desapareceram.

Parece ser um grande supermercado

Foto em outro ângulo, mostrando o supermercado destruído

Outro supermercado antes do tornado

O ângulo da foto está ligeiramente diferente, é preciso olhar bem para ver que se trata do mesmo supermercado, tal a destruição.

No primeiro plano uma estrada, mais ao fundo um estacionamento e depois prédios de uns 10 andares no máximo.

Não se vê mais a estrada, a foto foi feita um pouco mais próximo. Só tem destruição e ao fundo se reconhece os mesmos prédios.

Uma estrada, ao fundo várias lojas com estacionamento na frente delas.

A estrada tomada por entulhos metálicos, ao fundo as lojas bem danificadas.

Fontes:

http://colunistas.ig.com.br/obutecodanet/2011/05/26/foto-do-dia-joplin-antes-e-depois-do-tornado/
http://www.movimentomilenio.com/2011/05/o-tornado-em-joplin-visto-nas-redes/
http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI5144130-EI8141,00-EUA+tornado+deixa+ao+menos+mortos+em+Joplin+no+Missouri.html

Deixe um comentário

Arquivado em Bizzaro, Curiosidades

Acessibilidade para deficientes visuais

A cultura de se fazer acessibilidade web para pessoas cegas, foi legalizada através do DECRETO Nº 5.296 DE 2 DE DEZEMBRO DE 2004. O significado de deficiência visual não era pensado como abrangendo as pessoas de baixa visão, restringindo essa deficiência à cegueira.

Cegos ou pessoas com deficiência visual passam por diversas dificuldades, e por mais que acreditemos que cegos possuem sentidos super-avançados, que fazem de cada um deles uma espécie de Demolidor, não é bem assim. Ainda dependem de muita boa vontade para conseguirem se locomover com desenvoltura em uma grande cidade.

As cidades brasileiras, não estão adaptadas, um ou outro local possui algum tipo de recurso, mas há lugares bem piores.

Se você reparar no calçamento de algumas cidades, há regiões marcadas em relevo, o que é uma indicação para caminhantes cegos que ali há um caminho seguro.

O problema é que nem todo mundo que instala esses “trilhos” tem noção de sua finalidade, ou pouco se importa com isto, que o digam os cegos chineses, que foram um tanto sacaneados com o descaso com que são implementados os tais trilhos.

Mais sobre o assunto em http://hypescience.com/a-internet-para-os-cegos/

Estou tentando fornecer um texto equivalente para as imagens, mas sinto que ainda não tenho prática…

Na trilha em relevo tem um buraco de bueiro aberto.

A calçada mais larga, ao chegar a uma ponte, somente parte dela continua existindo, justamente onde está a trilha em relevo, termina onde não tem calçada, levando o cego a cair no rio.

O desenho da calçada não permite uma trilha reta, então quem a construiu o fez em zig-zag

A trilha termina em um muro, sendo que poderia ter sido instalada em outra posição, ou ter sido construido um desvio.

 

Não é culpa de quem instalou a calçada, mas tem um poste a 45 graus exatamente na trilha, o que pode resultar em uma bela cabeçada.

Dentro de uma loja, a trilha conduz exatamente para a divisória entre as duas portas.

Amarraram um cabo de aço no piso, que atravessa a trilha pouco acima dos joelhos. Um perigo até para quem enxerga.

Tem um árvore bem no meio da trilha

A trilha termina de repente em uma rampa abaixo do nível da calçada.

Na trilha tem um bueiro sem tampa e colocaram alguns galhos para sinalizar.

Esta é ótima! Pintaram a "trilha" na calçada, não dá para entender nada.

Fontes:
http://hypescience.com/a-internet-para-os-cegos/
http://acessibilidadelegal.com/13-equivalentes.php

http://www.contraditorium.com/2011/05/16/parece-bvio-mas-no-um-negcio-da-china-ser-cego/#more-3745
http://hypescience.com/a-internet-para-os-cegos/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+feedburner%2Fxgpv+%28HypeScience%29

1 comentário

Arquivado em Bizzaro, Curiosidades, Humor

Yungas

Depois do Post “AUTOESTRADA EM QUEDA LIVRE” recebi um comentário sobre Yungas.

Sud Yungas é uma província da Bolívia localizada no departamento de La Paz, sua capital é a cidade de Chulumani. Como curiosidade, a Bolívia é dividida em 9 departamentos, 112 províncias, 314 municípios e 1374 cantões.

O Camino a Los Yungas, também conhecida como Camino de la muerte (Estrada da morte), é uma estreita e precária rodovia de mão-dupla de La Paz a Coroico, região a 56 km a nordeste de La Paz.

Com tanta estrada perigosa, fica difícil dizer qual é a pior do mundo, tão perigosa quanto a de Yungas e a estrada Chulumani, que liga La Paz a Chulumani, 64 km ao leste de La Paz.

Cerca de 200 a 300 pessoas morrem todos os anos ao longo da estrada, ou um acidente a cada duas semanas. Ao longo da estrada existem muitas cruzes marcando os locais onde esses veículos teriam caído.

A estrada foi construída em 1930 pelos prisioneiros da guerra entre Bolívia e Paraguai. É uma das poucas rotas que liga a região de  Yungas, à capital. No entanto, uma alternativa muito mais segura, entre La Paz a Coroico está sendo construída.

Falta tudo em termos de segurança, não há grades de proteção, a estrada é estreita e nevoeiros são comuns. Quando chove a estrada fica lamacenta, podendo ainda haver queda de barreiras.

Este slideshow necessita de JavaScript.



Fotografias do túnel Guoliang, na China são muitas vezes erroneamente identificadas como sendo de Yungas.

Outra estrada perigosa que também já vi confundirem é a Trollstigen, que fica na Noruega.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Sud_Yungas
http://www.ssqq.com/archive/vinlin27b.htm

Deixe um comentário

Arquivado em Bizzaro, Turismo

AUTOESTRADA EM QUEDA LIVRE

Minha técnica para dormir é sintonizar a tv em um canal cultural, tipo Discovery Channel, History Channel e por aí vai. Não sei onde arrumam um dublador tão eficiente, tem uma voz suave e monótona que nos leva a um cochilo gostoso, irresistível, o sono logo vem e se a gente tiver forças, consegue até desligar a tv e entrar no mundo de Morfeu.

Aconselho a não assistir “Autoestrada em queda livre”… Perdi o sono e não quero ver a Índia nem em sonhos. Lógico que o programa é todo montado para dar aquela ênfase, mas mesmo assim, ver motoristas experientes sofrendo daquele jeito, é ASSUSTADOR.

No programa que assisti e deve ser repetido,  Alex Debogorsky, Rick Yemm e Lisa Kelly (a mulher é bonita e dirige mais que os marmanjos) experientes caminhoneiros americanos, que voaram do Alasca para enfrentar o desafio das suas vidas: seguir por uma das rotas mais perigosas do Himalaia, começando no sopé da montanha na Índia, sob um calor sufocante e com um tráfego impossível, para em seguida, dirigir pelas montanhas mais agrestes da Terra, onde se registram quedas bruscas de temperatura.

A viagem começa pelas estradas indianas, Nova Delhi, passando por congestionadas e totalmente insana ruas e avenidas, disputando espaço com vacas, carroças, elefantes, carros e todo tipo de “veículos” podemos dizer que  são as mais perigosas estradas montanhosas, e esse trio experiente embarca numa aventura única e são muito “estrelas” para aguentarem a confusão, nós no Brasil até que estaríamos melhor preparados para isto, um pouco mais perto da nossa realidade . Muitas das nossas estradas estão esburacadas e sem sinalização, viram a fila de caminhões que levam soja para o porto de Paranaguá?

(A foto é de uma ponte que desabou em Shimla.) Pelo menos no Himalaia tem muito mais emoção. É um reality show, mas considerando o local, valeu a pena assistir. Na Índia houve aumento de 40 % no número de acidentes, só no ano passado morreram mais de 180 mil pessoas, uma morte a cada 4 minutos e meio. Não há planejamento das estradas, nem fiscalização, ninguém obedece a lei. A tal “Autoestrada em queda livre” é uma rota que fazia parte do mundo antigo e alguma coisa ficou. Shimla, Himachal Pradesh ( 31.105602°, 77.176909° ) é o começo da serra, mais para chegar até lá tem que sofrer muito com a loucura do trânsito indiano. Este é um vídeo que achei no Youtube, nada comparado com do History Channel.

Fontes:
http://g1.globo.com/mundo/noticia/2010/06/estradas-da-india-batem-recordes-mundiais-de-acidentes-com-mortes.html
http://seuhistory.com/programas/estradas-mortais.html

2 Comentários

Arquivado em Bizzaro, Turismo