Arquivo da categoria: Animais

Animais em seus habitats naturais

Animais em seus habitats naturais e em cenas de seu cotidiano feitas por câmeras escondidas que foram ativadas por sensores de movimento.As fotos não nada sensacionais, o legal é que mostram realmente como os animais selvagens vivem.
http://siwild.si.edu/index.cfm


Deixe um comentário

Arquivado em Animais

‘Super boi’ é criado na Bélgica

Fico imaginando quanto churrasco seria possível fazer com um bicho destes…

Os animais da raça de gado “Azul” da Bélgica, também conhecido pelos pecuaristas de Blanc-Bleu-Belge, pode ser considerados verdadeiros halterofilistas do mundo animal. Os músculos das vacas e dos touros “Azuis” são, pelo menos, duas vezes maiores que os de outras raças. Alguns touros chegam a pesar uma tonelada. Toda essa massa muscular foi garantida pela genética.

No século 19, touros da raça Shorthorn, do Reino Unido, foram mandados para a Bélgica para aprimorar a estrutura muscular do gado nativo deste país que era, principalmente, leiteiro. Até os anos 1960, o animal resultante do cruzamento entre o gado belga e o Shorthorn cumpria a demanda por leite e carne. Contudo, a indústria de carne aumentou sua produção e a raça Blanc-Bleu-Belge começou a procriar apenas para alimentação. Os animais mais musculosos foram cruzados entre si e o resultado foram estes animais “marombados” como se frequentassem a academia diariamente. Os Azuis também são populares pela qualidade de sua carne, quase sem gordura.

Cientistas que lidam com genética conseguiram o efeito “quebrando” o gene que controla a secreção de miostatina, uma proteína que limita o crescimento do tecido muscular.

 

Assista o vídeo: http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=Nmkj5gq1cQU (Se não domina inglês, clique em CC/transcrever áudio e depois em traduzir legenda, escolha português)

Deixe um comentário

Arquivado em Animais

Briga entre passarinhos produz série de malabarismos

Gosto de fotografia e conseguir fotografar uma cena como esta deixa qualquer um feliz.


Uma briga entre passarinhos tecelões resultou em uma imagem interessante. O fotógrafo Krishnan Venkitachalam clicava alguns ninhos em Uran, na Índia, quando se deparou com duas fêmeas de desentendendo. Logo, um macho (o de cor amarelo vibrante) se aproximou para separá-las, o que resultou em uma série de malabarismos.

”Tudo não levou mais que 3 segundos. Acho que as fêmeas estavam competindo pelo ninho construído pelo macho”, disse o fotógrafo.

Untitled-1.jpg

Os tecelões são aves de pequeno porte, semelhantes aos pardais. São gregárias e fazem ninhos próximos uns dos outros – e geralmente pendentes nos ramos.

(Fotos: Solent News & Photo Agency)

Deixe um comentário

Arquivado em Animais

Flagra: coruja tenta engolir rã de uma só vez e acaba ganhando um “bigode”

O fotógrafo Michel Cenci conseguiu capturar uma cena inusitada: o momento em que uma coruja, ao comer umade um só vez, ficou com as pernas do anfíbio para fora de sua boca. O clique foi feito na Flórida, Estados Unidos, durante as férias de Censi.

Mesmo afastado do trabalho, o fotógrafo decidiu explorar a área ao redor do local em que estava hospedado. A missão era fotografar aves, algo nunca clicado por ele. “Percebi um casal de corujas e me aproximei. Consegui ficar a 9 metros delas e, abaixado, flagrei um dos animais, de cerca de 25 centímetros, com a rã saindo pela boca. Um momento único, com certeza”, garantiu o homem ao jornal Daily Mail.

Valeu pelo flagrante, porque esta coruja é bem feia.

No Brasil temos corujas que são muito mais bonitas, como esta que fotografei.


Deixe um comentário

Arquivado em Animais

Urso polar nada 687 quilômetros sem parar

O aquecimento global traz graves consequências para todo o planeta, afetando todos os seres vivos.
A retenção de calor na superfície terrestre pode influenciar fortemente o regime de chuvas e secas, afetando plantações e florestas, podendo causar o crescimento e surgimento de desertos, desequilíbrio de vários ecossistemas.
Plantações e cidades podem ser arrasadas por alagamentos. O movimento migratório de animais e seres humanos tende a aumentar, pode haver escassez de comida, aumento do risco de extinção de várias espécies animais e vegetais, aumento do número de mortes por desnutrição.
O aumento do nível dos oceanos está em curso, devido ao derretimento das calotas polares. Ao aumentar o nível da águas dos oceanos, podem ocorrer a submersão de muitas cidades litorâneas,.
Pode aumentar o número e intensidade de furacões, tufões e ciclones, regiões de temperaturas amenas já tem sofrido com as ondas de calor e o inverno tem sido mais intenso em algumas regiões do planeta.

Um urso polar, rastreado no norte do Alasca, nadou continuamente por nove dias, percorrendo uma distância de 687 quilômetros.

De acordo com os cientistas que observaram o animal, essa resistência incrível pode ser fruto das mudanças climáticas. Os ursos polares são conhecidos por nadar entre a terra e as geleiras em busca de alimento (focas, por exemplo). Mas com as mudanças climáticas o gelo está derretendo, o que força os ursos a nadarem maiores distâncias sem parar – arriscando a saúde deles e das próximas gerações de ursos.

Os dados obtidos mostram que o urso nadou por 232 horas seguidas, em uma água com temperatura entre 2 a 6 graus Celsius.

Apesar de ursos serem observados nadando por cientistas, é a primeira vez em que a jornada completa de um urso é acompanhada.

Mas a jornada custou muito para o urso, que era fêmea, e que perdeu cerca de 22% de sua massa corporal, além de seu filhote, que não conseguiu acompanhá-la. [BBC]

Deixe um comentário

Arquivado em Animais