Arquivo do mês: agosto 2012

A tênue camada que chamamos de atmosfera

André Kuipers é o segundo astronauta holandês a voar no espaço. Em 2004, ele participou pela primeira vez da missão DELTA, de onze dias na Estação de Espacial Internacional (ISS). Ele estudou medicina na Universidade de Amsterdam, trabalhou como médico na Royal Air force e pesquisou a desorientação espacial no espaço, doença comum em pilotos e astronautas. Em 1991 começou a trabalhar na Agência Espacial Europeia (ESA), como coordenador do experiências fisiológicas no espaço.

Quando na Estação de Espacial Internacional (ISS) ele tirou muitas fotos, disponíveis no seu Flickr – vale a pena visitar! Dentre muitas, chama a atenção esta a seguir.

Himalaia visto do espaço – por Andre Kuipers

Desta perspectiva, note como é tênue a camada com todo o ar que respiramos. A cordilheira do Himalaia, com seus picos com mais de 7000 metros de altitude, fica exposta ao espaço.

Existe ar naquela altitude, mas é rarefeito, de tal forma que alpinistas só podem visitá-lo por pouco tempo e ainda assim respirando oxigênio de garrafas.

O topo do Monte Everest, com 8848,43 m (rocha), representa menos de um milésimo do diâmetro da Terra. A troposfera, camada inferior da atmosfera, mede de 8 a 15 km, mas o ar respirável só existe em altitudes inferiores.

Bolas de bilhar

Se você pintar uma bola de bilhar com uma fina camada de tinta, esta única demão de tinta terá o dobro da altura do Everest, comparando com o tamanho do nosso planeta. A atmosfera está presa à Terra pela gravidade, que mantém esta ínfima e instável quantidade de ar, que é tudo que consideramos o mundo em que vivemos.

Cordilheira do Himalaia

Fontes:

http://blogs.esa.int/andre-kuipers/
http://www.flickr.com/photos/astro_andre/
http://goo.gl/6Q4zt
http://goo.gl/bckeB

1 comentário

Arquivado em Curiosidades, Outros

Passeie grátis pelos Alpes suíços

Gostaria de viajar pelos Alpes suíços, mas sem gastar nada, nem fazer esforço físico? Isto não é mais um problema, graças à tecnologia oferecida pela WebWandern.

Esse site permite a seus visitantes conferirem as lindas vistas que os Alpes têm a oferecer. Tudo da perspectiva de viajantes.

Eles utilizaram filmadoras de alta definição para capturar as trilhas por onde passaram e depois disponibilizaram o material no site.

Página inicial do site com as etapas

No todo, existem 10 pontos principais no mapa virtual do site, que cobrem 130 quilômetros, indo de Thusis, na Suíça, a Tirano, na Itália.

Clicando no número (1 a 10) ocorre um zoom da etapa, sendo o ínicio no círculo preto no centro da imagem. Todo ponto de destaque possui uma descrição em alemão, para traduzir indico o http://tradukka.com/translate – não é perfeito, mas dá para entender.

Leva-se dias para ver todo o trajeto em velocidade normal, mas você pode pular de ponto a ponto como bem desejar. Os pontos de maior interesse turístico estão sinalizados com ícones que aparecem simplesmente ao movimentar o mouse.

Em diversas ocasiões aparece a ferrovia de Albula e Bernina, uma obra-prima em matéria de engenharia e estilo.
Os comboios na linha de Albula e Bernina tem mais de 100 anos, durante o trajeto vê-se estruturas refinadas e arcos em pedra, tudo numa mesclagem de paisagem e estrada de ferro.
E se você já acha o Google Street View incrível, não sabe o que está perdendo com esse site.

A experiência fica ainda mais incrível pelo áudio original, os cinegrafistas são absolutamente silenciosos ao longo de toda a caminhada, então você pode ouvir seus passos e os sons da natureza. A câmera é muito estável, a qualidade é boa, de tal forma você pode até se sentir cansado por andar tanto!

Confira por você mesmo. A imagem é ótima e inspiradora. Observe as ruas e estradas, procure por copos plástico, toco de cigarro, garrafa pet, papéis e outras coisinhas comuns por aqui. Conte quantas casas possuem grades nas janelas, eu até achei umas… Mas sujeira? Não mesmo! 

Claro que a experiência virtual não se compara à realidade. Esta pode ser uma boa ferramenta para planejar uma viagem aos Alpes, principalmente para os aventureiros em boa forma para caminhadas.

O que é isso?

Uma curiosidade, se alguém souber a explicação, informe nos comentários: de vez em quanto aparece, sempre aos pares, os bonecos da imagem a seguir. Não seio o que é, pesquisei bastante e conclui que deve ser coisa de suíço.

Dica: Se tem uma TV em HD, conecte seu computador a ela, via cabo HDMI – vale a pena! 

Fontes:
http://goo.gl/ZUdR3
http://goo.gl/qC1GC

2 Comentários

Arquivado em Outros