A fantástica matemática da vida

Um ano após a tragédia que atingiu o Japão, ainda nos chegam histórias sobre a maneira peculiar de pensamento do povo japonês.  Foram tão graves os danos causado pelo tsunami à usina nuclear de Fukushima que o  governo do Japão decidiu conceder um trilhão de ienes (US$ 12,6 bilhões) para a Tokyo Electric Power Co. (Tepco), operadora da usina. A Tepco ficará sob controle temporário do Estado japonês enquanto lida com os problemas causados pelo desastre natural e pelo acidente nuclear. O plano de estatização temporária da Tepco prevê que a empresa deve voltar ao lucro em dois anos e trabalha para estabilizar a usina e indenizar dezenas de milhares de vítimas da pior catástrofe nuclear desde Chernobyl.

O engenheiro aposentado Yasuteru Yamada teve ideia quando assistia imagens do desastre pela TV

Logo após o desastre, um grupo de mais de 200 aposentados japoneses se ofereceu para enfrentar a radiação em Fukushima. Em sua maioria engenheiros, queriam substituir trabalhadores mais jovens no perigoso trabalho de manutenção da usina nuclear, já que os reparos envolvem altos níveis de radioatividade cancerígena.

A notícia é antiga, de 31 de maio de 2011, não sei se conseguiram seu intento, já que o governo japonês e a companhia estavam avaliando a proposta . O que nos chama a atenção é a lógica simples e assombrosa. O engenheiro aposentado Yasuteru Yamada, de 72 anos, insiste que o grupo não é suicida. Afirma Yamada:

“Em média, devo viver mais uns 15 anos. Já um câncer vindo da radiação levaria de 20 a 30 anos para surgir. Logo, nós que somos mais velhos temos menos risco de desenvolver câncer”, 

Na contramão do individualismo, os idosos querem ser úteis em seus últimos anos, permitindo que jovens possam chegar à idade deles com saúde.

Leia a matéria na íntegra e assista ao vídeo da reportagem em http://www.bbc.co.uk/portuguese/multimedia/2011/05/110531_fukushima_aposentados_video.shtml

Fontes:
http://is.gd/SnPVXK  

http://is.gd/Airjtp

Deixe um comentário

Arquivado em Curiosidades, Filosofia

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s