Segurança na internet e perigos das redes sociais.

 

 

Você costuma sair de casa e deixar a porta aberta?

Baseado neste princípio, o Google vai lançar uma campanha para promover a segurança on-line dos internautas. O objetivo é capacitar os usuários a resolverem problemas e tomarem decisões corretas sobre o uso da internet.
Em parceira com o Citizens Advice Bureau (CAB),  irão incentivar os usuários a adotar métodos mais seguros durante a navegação na web como ter senhas mais complexas e desligar os computadores após usá-los.

A campanha ainda vai se focar no bloqueio a sites pornográficos para crianças e o uso de “cookies” nos navegadores.

“A informação é uma ferramenta poderosa para evitar problemas que envolvam segurança, dados pessoais e roubo de identidade. Estas estão entre as principais preocupações das pessoas ao usar internet”, afirma Gillian Guy, presidente-executivo do CAB.

Para ajudar os internautas, o Google e o Citizens Advice Bureau publicaram cinco dicas para se manter seguro em ambiente on-line:

1. Escolha uma senha forte como, por exemplo, uma frase de música, filme ou jogo favorito. Em seguida, use números, símbolos e letras para recriá-lo. Quanto mais incomum for a frase, melhor.
2. Nunca responda e-mails suspeitos com suas informações pessoais ou financeiras, nem digite sua senha depois de abrir um link que você não confia.
3. Na barra de endereços, procure por “https” e um cadeado dourado. Essa é uma das formas para verificar se o site é seguro ou não.
4. Se uma ou mais pessoas usam o mesmo computador que o seu, feche o navegador antes de desligá-lo.
5. Use duas etapas de verificação de contas em serviços que oferecem essa possibilidade. Adicione, se possível, uma verificação extra de segurança.

A campanha, chamada de “Good to Know” (“Bom Saber”, em português), pode ser acompanhada em http://www.google.co.uk/goodtoknow/online-safety/

Aproveitando esta campanha, é sempre bom lembrar os cuidados que deve ter quando compartilhamos informações nas redes sociais. Muitos assaltantes estão se aproveitando de informações divulgadas na internet para planejar roubos.
Como muitos usuários postam atualizações constantes sobre suas vidas, não é difícil encontrar comentarios sobre compras de alto valor, fotos de viagem e festas familiares e por elas pode-se saber o nível social e econômico que têm os utilizadores, assim como os horários em que as pessoas estão fora de casa – o que pode ser um prato cheio para os ladrões.
Sites, como o Google Street View, mostram fotografias de casas e a partir delas assaltantes podem avaliar sua segurança e facilidade de acesso, procurando por alarmes e entradas laterais.
Quatro em cada cinco criminosos disseram que sites de redes sociais foram usados por eles. No entanto, o mesmo número afirmou que um simples alarme observado em alguma casa já os dissuadiram de invadir o local.
Portanto, não é tão seguro quanto pode parecer sair anunciando nos sites de relacionamento quando você vai viajar, ou que você ganhou um iPod novo.
http://www.youtube.com/watch?v=mhc-IxtWug4

http://www.youtube.com/watch?v=XB7yh8mXuqI

Outras medidas, como cortar árvores e arbustos em volta de casa para remover possíveis esconderijos e instalar sistemas simples de alarme podem ser boas soluções para evitar assaltos.

Uma outra sugestão é aumentar sua privacidade nas próprias redes sociais aprovando como amigos no Facebook, por exemplo, apenas pessoas que você realmente conheça e permitindo que apenas eles vejam as suas atualizações, fotos e dados pessoais. Nunca compartilhe seu endereço publicamente.

Entrevistaram uns sequestradores, que dizem que entram na rede e vêm os rostos, a casa, os carros, na televisão, um deles declarou que antes investigavam muito para conhecer os candidatos a sequestros, mas que agora, com o Facebook, eles conseguem facilmente as informações, que pomos voluntariamente nas redes. Com isso, não se enganam e não têm que investigar onde vivem, que escola frequentam, para onde viajam, quem são os pais, irmãos e amigos.
Protejam os seus filhos e proteja-se! Não coloquem informação íntima e pessoal na Rede.

Qualquer pessoa em juízo perfeito tem a noção de que quando se participa de uma Rede Social, seja ela qual for, tem que ler suas Regras e como a mesma funciona, ou seja: quais informações ficarão disponíveis e quais ficarão ocultas à quem acessar e não estiver em sua rede de amigos.

Existem pessoas que gostam de números, ou seja, saem adicionando qualquer um feito loucos (E ACEITANDO TAMBÉM), só para dizer que tem bastante contatos. Uma bobagem enorme!

Se você não conhece, não adicione! Se tem muitos amigos virtuais, faça um perfil só para adicionar estes. E coloque qualquer outra foto, desde que não seja sua, e se for caso, coloque apenas uma foto somente, e que não tenha pessoas da família.
Muitas empresas ao avaliar os currículos, consultam as redes sosciais para conhecer intimidades dos candidatos.
E, para piorar, o assunto não termina quando os usuários cancelam a sua conta: as suas fotos e informação permanecem,  para o caso de quererem reativar a sua conta.

Fontes:
http://bit.ly/pADd0w
http://bit.ly/nHFK2c
http://bit.ly/qJsHEG

1 comentário

Arquivado em Tecnologia da Informação

Uma resposta para “Segurança na internet e perigos das redes sociais.

  1. bruno do auto eletrico

    E ISSO AE,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s