O mistério do mapa de Piri Reis

Quando a Turquia se tornou república em 29 de outubro de 1923, após a dissolução do Império Otomano, começou a haver uma abertura e então aconteceram algumas redescobertas de tesouros antigos. Em 1929, o teólogo alemão Adolf Deissmann descobriu uma pele de camelo ressecada e pintada com um mapa surpreendente, enrolado em uma prateleira empoeirada do famoso Palácio Topkapi, em Istambul. Ao ver a assinatura logo reconheceu o autor do livro Kitabi Bahriyre, Piri Reis.

Estátua de Piri Reis

Mapa de Piri Reis

O mapa mostrava o contorno do oceano Atlântico. As costas da Europa, África e também as da América estavam desenhadas com uma precisão surpreendente, fruto de um conhecimento de trigonometria esférica próprio de séculos muito posteriores. O litoral norte da Antártica é perfeitamente detalhado. O mais enigmático não é o fato de como Piri Reis conseguiu desenhar o mapa da região da Antártica tão preciso a 300 anos antes de ter sido descoberta mas o fato de que o mapa mostra hoje o litoral coberto por gelo.

A exatidão do mapa

O mapa é um fragmento de um mapa-múndi (as outras partes estão perdidas), foi pintado em 9 cores, com uma série de notas escritas de seu próprio punho pelo almirante Piri Reis que diz que não ser o responsável pelo mapeamento e pela cartografia original dos mapas e que foi confeccionado a partir 20 mapas, desenhos e esboços, alguns de origem desconhecidas que estavam no inventário do palácio.
Segundo estudiosos, ele foi baseado em 8 mapas de Ptolomeu, um mapa árabe da Índia e sudeste asiático e 4 mapas portugueses, e de um suposto mapa capturado por seu tio, usado por Colombo. Desenhos de animais ilustram o trabalho e as legendas e anotações em turco.

Anotações a mão


Há quem afirme que o mapa tinha erros nas latitudes e longitudes. Essa ideia é, de algum modo, justificada a partir do estudioso Charles Hapgood, professor e investigador americano, que terá sustentado a precisão do mapa, embora com possíveis erros na descrição das zonas Ártica e Antártica, pelo menos. Ainda acerca da precisão geográfica, estudos comprovam a necessidade de o almirante ter possuído instrumentos de medição avançados e uma equipa de análise cartográfica aérea.
Os mapas de Piri Reis são ilustrados com imagens dos soberanos de Portugal, da Guiné e de Marrocos. Na África, um elefante e um avestruz; lhamas na América do Sul e também pumas. No oceano, ao longo dos litorais, desenhos de barcos. As legendas estão grafadas em turco. As montanhas, indicadas pela silhueta e o litoral e rios, por linhas espessas. As cores são as convencionalmente utilizadas: partes rochosas marcadas em preto, águas barrentas ou pouco profundas por vermelho.

Mapa da Europa e do Mar Mediterrâneo

Alexandria

 

O mais impressionante é que até o século 18, os navegadores corriam risco de que seus barcos batessem em litorais rochosos, pois lhes faltava a capacidade de calcular a longitude. Para isso necessitavam de um relógio extremamente preciso. Somente em 1790 o primeiro relógio marinho preciso foi inventado e os navegadores puderam saber sua posição nos mares. A resposta deste mistério parece estar nos “mapas antigos e secretos” que ele usou como orientação para suas cartas. Estudos mostram que a glaciação dos polos ocorreu depois de uma época situada aproximadamente há 10.000 anos. Naquela época, o que havia de mais civilizado, segundo os historiadores clássicos, eram os Cro-Magnon da Europa. Além disso, para elaborar um mapa como aquele, Piri Reis precisaria de toda uma equipe perfeitamente coordenada e de levantamento cartográfico aéreo. Mas quem teria, naquela época, aviões e serviços geográficos?
 
 
Leia mais nos links abaixo.

Mapa portolano e que apresenta as mesmas deformações no continente americano que o mapa de Piri Reis é o feito em 1502/1505, pelo genovês Nicolo Caverini

Em 1508, por exemplo, Francesco Roseli publicou seu mapa-mundi, segundo o estilo ptolomaico, e lá no círculo antártico faz menção a uma terra ainda incógnita.

 
 


Deixe um comentário

Arquivado em Curiosidades

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s