Biometria – Óculos ajudam PM a achar bandidos

O termo BIOMETRIA significa medição biológica, o estudo das características físicas e comportamentais de cada pessoa, uma técnica para identificação considerada das mais seguras e que a cada dia se torna mais presente na vida das pessoas. Aeroportos, agências bancárias, urnas eletrônicas, áreas de segurança é até parques já fazem uso desta técnica de reconhecimento das características únicas de cada pessoa.

Até há pouco temo, scanners biométricos eram apenas coisa de cinema, afinal não é assim tão simples criar um scanner de retina ou palmar que extraia apenas as informações necessárias. Para que um sistema biométrico funcione, alguns equipamentos são necessários: scanner ou sensor, um computador e um software para a análise das imagens captadas. Quando o scanner é acionado, a principal função dele é obter uma imagem nítida e de alta resolução do objeto em estudo: digitais e geometria da mão, íris, retina, expressões faciais.

O passo seguinte é passar esta imagem para o software biométrico, que analisa e extrai as características relevantes, que pode ser foto da mão, dedo, iris ou rosto, o que interessa são os detalhes característicos de cada um.

Então é feita uma comparação entre a imagem e as informações contidas no  banco de dados e para isto são utilizados vários algoritmos, cada um trabalhando a seu modo.

Os tipos biométricos são classificados, basicamente, em duas categorias: físicos e comportamentais.

Biometria física

  • Veias das mãos – mesmo que tenha sido descoberta há pouco tempo, esta característica é muito confiável para o reconhecimento de pessoas, pois além de ser imutável a falsificação deste tipo de informação é quase impossível. Além disso, o custo para obtenção de imagens para identificação é relativamente baixo;
  • Impressão digital – é a forma mais comum de identificação. Além de ser o método mais rápido é também o que exige recursos de mais baixo custo. Infelizmente a confiabilidade neste método é bem baixa;
  • Reconhecimento facial – um dos métodos de identificação menos vantajosos. A baixa confiabilidade em união com o alto custo computacional para leitura, reconhecimento e pesquisa faz deste recurso um dos menos utilizados para sistemas em tempo real;
  • Íris – embora exija equipamentos de alto custo para análise, a íris é uma característica muito confiável para identificar as pessoas. É imutável com o passar dos anos e quase impossível de ser clonada;

  • Retina – a identificação por meio da retina já é muito utilizada em sistemas de alta segurança. É totalemente confiável e a retina também é imutável. Os problemas ficam por conta do incômodo na obtenção de uma imagem da retina e no alto custo financeiro exigido;
  • Geometria da mão – menos confiável do que a impressão digital, o reconhecimento por meio da geometria palmar enfrenta problema quanto ao correto posicionamento da mão na superfície do scanner, sem falar nos anéis e acessórios que muitas pessoas utilizam.

Biometria comportamental

Cada pessoa reage de uma maneira diferente em determinadas situações. Alguns choram, outros ficam agressivos, tudo depende das características comportamentais de cada um. Existem estudos complexos sobre as atitudes tomadas pelas pessoas.

Os cientistas acreditam que, em um futuro muito próximo, seja possível destacar um indivíduo no meio de uma multidão apenas pelo seu jeito de andar, mexer as mãos ou identificando alguma mania dele. Este tipo de análise recebe o nome de biometria comportamental e, mesmo que ainda não haja sistemas profissionais em operação para este tipo de reconhecimento, as pesquisas não param.

Desde o uso do polegar até a leitura da íris, as maneiras para se reconhecer uma pessoa são cada vez mais utilizadas. As autoescolas utilizam um sistema para identificar se a pessoa está presente nas aulas, através do reconhecimento da impressão digital. Além disso, as assinaturas continuam em uso, tudo para a confirmação de que a pessoa realmente é quem diz. Mesmo assim notícias de fraudes no sistema aparecem com frequência.

Não adianta usar todos os sistemas biométricos porque podem ser burlados com a utilização de fotocópia do polegar da pessoa, ou luvas de silicone. Já as assinaturas são falsificadas praticamente desde que foram inventadas.

PM inicia estudos sobre o uso de óculos para identificar suspeitos

A Polícia Militar paulista aposta em novas tecnologias para combater o crime nos grandes centros urbanos, especialmente aqueles que envolvem multidões em eventos, como jogos de futebol, corridas automobilísticas e megashows. A novidade do momento são os óculos equipados com o sistema de biometria facial, utilizados pelo exército israelense para monitorar as fronteiras com seus vizinhos no Oriente Médio.

Por enquanto, ainda não há nada definido em relação à aquisição desse equipamento, apesar de ele já ter sido testado, no ano passado, pelo Batalhão de Choque em alguns jogos de futebol no Estádio do Pacaembu, na Capital. O interesse, no entanto, continua:  na sexta-feira (01/04), 29 oficiais da Polícia Militar, que fazem o Curso de Policiamento em Eventos, participaram de uma aula de demonstração do uso desses óculos futuristas, ministrada por representantes da empresa importadora, na zona norte da Capital.

A tecnologia da biometria facial permite que o policial, ao usar os óculos, detecte, no meio da multidão, um rosto que esconda algo da Justiça ou de alguém que simplesmente conste como desaparecido em algum boletim de ocorrência. No caso de torcidas organizadas, o alvo são os envolvidos em brigas e agressões. Uma câmera instalada nos óculos capta as imagens e as redireciona para um banco de dados da PM. Se algum suspeito estiver envolvido em atividades ilícitas que tiveram registro criminal, um ponto vermelho  surge na lente, alertando o policial que usa os óculos.

De acordo com a Polícia Militar, os estudos de viabilidade para a implementação do uso de óculos de biometria facial estão apenas começando e consiste numa fronteira que pode vir a ser explorada, num futuro próximo.

Do Estadão:

Óculos ajudam PM a achar bandidos

Equipamento especial será testado em shows e partidas de futebol, permitindo a identificação imediata de pessoas com registro na polícia

Camilla Haddad, do Jornal da Tarde – O Estado de S.Paulo

Não estranhe se encontrar policiais militares usando óculos futuristas com alto poder tecnológico nos próximos shows, encontros religiosos, festas abertas ou partidas de futebol em São Paulo. É com esse equipamento que o efetivo vai “filmar” o público presente e detectar se, no meio da multidão, estão criminosos, pessoas desaparecidas, procuradas ou torcedores envolvidos em brigas.

Marcio Fernandes/AE
Biometria facial. Aparelho reconhece detalhes de rostos de criminosos

Na sexta-feira, a reportagem acompanhou uma visita de 30 oficiais da PM para uma aula de demonstração do uso desses óculos. O encontro ocorreu na zona norte, durante uma das fases do Curso de Policiamento em Eventos, desenvolvido todos os anos pela corporação com o objetivo de ampliar as ferramentas de prevenção ao crime.

Segundo o major Leandro Pavani Agostini, do 2.º Batalhão de Choque, trata-se de um sistema chamado biometria facial, em que uma câmera especial é instalada nos óculos, capta a imagem das pessoas e depois as encaminha em tempo real para um banco de dados da polícia. Em seguida, é possível saber se quem aparece na imagem tem algum tipo de problema com a Justiça. Caso isso ocorra, um pequeno quadrado vermelho aparecerá na lente da câmera e o PM poderá tomar as providências necessárias naquele momento.

“É algo discreto, porque você não interpela a pessoa, não pede documentos. O computador faz isso”, explica. Segundo o major Agostini, atualmente o equipamento é oferecido por um representante de uma empresa de Israel. Lá, já funciona como um controlador de fronteiras. “E para nós será muito útil e ajudará a cidade como um todo, desde a entrada e saída em terminais (ônibus e aeroportos) até em um show”, diz.

Gêmeos. Para o oficial, erros não estão previstos no sistema de biometria facial – mesmo que a pessoa seja gêmea. “A olho nu são duas pessoas iguais, mas para os 46 mil pontos de semelhanças que aparecem, os dados não vão bater.” Normalmente, a capacidade de visão da câmera é de até 50 metros de distância. Dependendo do caso, no entanto, o sistema pode ser adaptado e chegar a até 20 quilômetros de distância.

O major Marcel Lacerda Soffner, porta-voz da corporação, lembra que também participaram da demonstração oficiais de outros três Estados: Amazonas, Acre e Rio.

Pelas previsões dos policiais, o novo aparelho será utilizado na Copa do Mundo de 2014 e também em dias de jogos normais em São Paulo, principalmente em grandes clássicos. “Eu posso inserir no banco de dados um torcedor que se envolveu numa briga em campo e, mesmo com as imagens antigas, ele poderá ser localizado futuramente”, afirma o major.

Teste. Esse não foi o primeiro contato com o aparelho. No ano passado, PMs da Tropa de Choque já testaram o sistema de biometria facial em jogos no Pacaembu. “Só não testamos no show do U2 porque não deu tempo, mas vamos testar em breve”, afirma Agostini.O especialista em segurança Felipe Gonçalves elogia a iniciativa. “Acho que, principalmente para jogos, vai funcionar muito bem, desde que os policiais fiquem bem posicionados, em locais de passagem das pessoas.”

Fontes:
http://www.tecmundo.com.br/3121-o-que-e-biometria-.htm

http://www.ssp.sp.gov.br/noticia/lenoticia.aspx?id=23889\
http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20110411/not_imp704487,0.php
http://www.tecmundo.com.br/9561-pm-paulista-tera-oculos-para-identificacao-de-criminosos.htm

2 Comentários

Arquivado em Outros

2 Respostas para “Biometria – Óculos ajudam PM a achar bandidos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s