Super Lua cheia

Hoje, dia 19 de março de 2011, a Lua vai estar bem mais próxima da Terra e vai coincidir com a lua cheia.
A última vez que isto ocorreu, foi há 18 anos. A Lua cheia vai parecer 14% maior e mais brilhante que o normal.

19 de março é o perigeu lunar deste ano, o ponto em que a lua está mais próxima da Terra. A responsável pela diferença de distância entre nosso planeta e seu satélite natural é a rota elíptica da Lua. O perigeu deste ano vai deixar a Lua 8% mais perto que o normal e 2% mais perto que a média dos perigeus.

Às 19:09 h ocorrerá o perigeu, quando a a distância entre a Terra e a Lua será de 356 577 quilômetros.
Se as condições meteorológicas o permitirem, a Lua poderá ser observada com facilidade, de qualquer lugar, durante toda a noite.

Para quem quer fotografar, o melhor momento para isto é quando a Lua ainda está perto do horizonte, em contraste com objetos, tais como árvores, casas, prédios, etc.

A Lua é proporcionalmente, o maior satélite natural do nosso Sistema Solar. Sua massa é tão significativa em relação à massa da Terra que o eixo de rotação do sistema Terra-Lua encontra-se muito longe do eixo central de rotação da Terra.

O fato de a Lua estar mais perto da terra não é tão importante, a ponto de causar fatos excepcionais,  já que isso acontece de forma bastante regular pelo menos duas vezes por ano.

A previsão do tempo está dando chuva para hoje à noite em várias regiões, isto poderá deixar alguns frustrados, mas não se preocupe. Existem dois softwares que tenho certeza que irá gostar muito, um deles é o Stellarium Portable (http://portableapps.com/apps/education/stellarium_portable) que confesso, tive contato apenas ontem, mas gostei. O outro chama-se Celestia (http://www.shatters.net/celestia/download.html) e já uso há alguns anos.

São programas de astronomia 3D, para Windows, Mac OS X e Linux.  Mostram objetos em escala de satélites artificiais até galáxias inteiras em três dimensões. Diferentemente da maioria dos programas para planetários, o usuário é livre para viajar através do Universo.
O Stellarium Portable tem a vantagem de poder ser instalado em pen drive e levado para onde quiser. O menu na parte inferior esquerda e na lateral esquerda facilitam o aprendizado.
O Celestia já foi usado pela NASA e pela Agência Espacial Européia (AEE), mas não confunda com o Celestia 2000, que é um programa proprietário.

Há algumas limitações ao modelamento do Celestia:
– O parâmetro default para a Terra no Celestia é um esferóide perfeito, o que significa que satélites em órbita terrestre baixa não são modelados acuradamente. No entanto, este parâmetro pode ser ajustado.
– Muitos, se não todas estrelas binárias não são simuladas corretamente.
– Apenas objetos no sistema solar são móveis; estrelas são imóveis.
– Existem extras que podem ser baixados daqui: http://www.celestiamotherlode.net/. Alguns são de simples instalação, basta baixar dentro da pasta “Extras” no diretório do Celestia, não sendo necessário instalar. Outros requerem instalação, são mais complicados.
A instalação do básico já vai ser legal, mas a medida que for incrementando, acho que ficará horas viajando pelo sistema solar.

Uma outra dica: para quem tem o Google Earth (http://www.google.com.br/intl/pt-BR/earth/index.html) instalado, habilite a “Barra de Ferramentas” (Ctrl+Alt+T) e clique no botão que parece um planeta e alterne entre o céu, Lua ou Marte. Depois poderá navegar pela Lua ou Marte da mesma forma que navega pela Terra.

Deixe um comentário

Arquivado em Curiosidades, Tecnologia da Informação

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s