Pela primeira vez, é possível visualizar o Sol inteiro

Dica: nos vídeos do YouTube,  do lado direito em baixo quando aparece as letras CC (Closed Caption), em cinza, clique nela para traduzir a legenda. O CC fica vermelho e  ao passar o mouse sobre ele, aparecerá: Ações de legenda e abaixo Traduzir legenda BETA, clique e escolha o idioma para no qual deseja assistir. Você também pode escolher melhor resolução, neste vídeo é  360, mas pode assistir em até 720 HD.

Até hoje a Nasa só conseguia identificar o lado do Sol que está voltado para a Terra – poderíamos ver tempestades solares acontecerem, mas é muito difícil ver como elas se desenvolvem, por exemplo.

Agora, graças à STEREO (Observatório de Relações Solares e Terrestres), um par de sondas que segue a órbita da Terra (uma adiante de nós e a outra atrás) para analisar o Sol de diferentes pontos de vista. Elas foram lançadas em 2006 e hoje, finalmente, chegamos a um ponto em que podemos analisar o sol de uma visão 360 graus.

Você pode até pensar – mas e como não vimos o Sol inteiro se a Terra tem uma órbita de um ano ao redor dele? O fato é que o Sol possui uma rotação de 27 dias, o que acaba sempre escondendo uma parte dele de nós.

Essa “visão” completa do sol é necessária não apenas para satisfazer a curiosidade científica, mas porque tempestades solares que afetem nosso planeta (e que não sejam previstas) podem prejudicar todos os nossos satélites e sistemas de comunicação.

Confira o vídeo produzido pela Nasa (inglês) : http://www.youtube.com/watch?v=qLB5ma2Yz1I

Deixe um comentário

Arquivado em Curiosidades

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s